Subete wa Kimi ni Aeta kara

subete-wa-kimi-ni-aeta-kara
"O TUDO foi porque encontrei você..."

subete wa kimi ni aeta kara

Filme de amor é o que não falta no mundo doramático, né?! Aqui vai mais uma indicação: SUBETE WA KIMI NI AETAKARA (すべては君に逢えたから, 106 min, 2013). Com um formato um pouco diferente para os padrões j-filmes, a trama conta a estória de amor de várias pessoas ao mesmo tempo, em plena época do Natal. Esse estilo já foi muito utilizado por alguns longa-metragens hollywoodianos como Simplesmente Amor (Love Actually, 2003), Ele não está tão a fim de você (He’s Just Not That Into You, 2009) e Idas e Vindas do Amor (Valentine’s Day, 2010).

Com seis estórias que em algum ponto se interligam, os minutos em frente à tela fluem e você se encanta.

subete wa kimi ni aetakara

Kazuki (Tamaki Hiroshi) é proprietário de uma empresa de web design. O mundo dos negócios fez dele um homem frio, criando uma barreira contra pessoas interesseiras. Num jantar num luxuoso restaurante, ele encontra Reiko (Takanashi Rin), uma aspirante a atriz que está a ponto de desistir de sua carreira artística. Acreditando que a moça se aproximou dele por puro interesse em seu dinheiro, Kazuki a trata mal e é muito rude com Reiko. Mas a reação de Reiko é surpreendente e faz de um desastroso encontro do acaso, um marcante começo de uma estória de amor.

A irmã mais velha de Kazuki, Saori (Ostuka Nene), é casada com o motorista profissional de trem-bala, Masayuki (Tokito Saburo). Masayuki deixa seu emprego para passar os últimos dias da sua vida ao lado da família e poder dar todo o amor possível ao seu filho Koji (Yamasaki Ryutaro).

Masayuki, como em toda festa natalina, encomenda um bolo na doceria de Kotoko-san (Baisho Chieko). Há 49 anos, Kotoko-san, marcou um encontro com seu amado na Estação de Tóquio para que fugissem juntos e pudessem construir uma vida. Mas ele não apareceu. Apesar de ter vivenciado essa desilusão amorosa, ela encoraja sua jovem funcionária, Natsumi (Honda Tsubasa), a declarar todo seu sentimento à pessoa amada.

subete kimi ni aeta kara

Takumi (Higashide Masahiro) trabalha na área de construção e tem que manter um relacionamento à distância com sua namorada Setsuna (Kimura Fumino). Setsuna é fashion desinger e tem seu trabalho desvalorizado por Takumi.

A atriz Reiko decide que sua última apresentação será num orfanato. Neste orfanato vive a pequena Akane (Kai Emiri), cujo o maior sonho é poder encontrar os pais. A cuidadora Chiharu (Ishikawa Miwako) é quem acompanha de perto o sofrimento da menina órfã e tenta dar o máximo de amor maternal que pode.

Assim, o filme trata de vários tipos de amor e relacionamento: o platônico, o namoro à distância, o amor destinado, amor por uma família, amor maternal e o amor verdadeiro que acontece só uma vez na vida. É muito romance! Só assistindo para saber como as estórias terminam ;). Além disso, todas as estórias tem como cenário em comum a Estação de Tóquio; isso porque o longa é uma homenagem ao aniversário de 100 anos da estação. O prédio traz um ar bucólico, completamente distinto das típicas construções japonesas. Um ponto que vale a visita.

A música-tema é de JUJU, com Mamotteaguetai (quero te proteger).

Assista ao trailer:

Disponível no Youtube e Dorama x264 , com legendas em inglês.

Um Feliz dia dos Namorados ao lado de quem realmente te valoriza e te ama do jeitinho que é. #muitorespeitoporfavor #maratonadiadosnamorados #jfilmesromanticos