Ōoku

ooku-j-filme

Esse filme te indico para acompanhar a estória de um Japão comandado por mulheres…

O filme ŌOKU: THE INNER CHAMBERS (2010) é uma adaptação do famoso mangá de Fumi Yoshinaga. Essa versão para o cinema traz um elenco primoroso, recheado de atores lindos e talentosos, além de atrizes muito bem escolhidas para os respectivos papéis.

A estória se passa no Japão, na época medieval. Uma epidemia misteriosa atinge apenas a população masculina, resultando numa proporção de um homem para cada quatro mulheres. Como consequência, os papéis na sociedade acabam sendo trocados, as mulheres assumem os trabalhos tipicamente masculinos, inclusive o poder. Os poucos homens sadios se tornam meras ferramentas de reprodução, vendendo seus corpos em troca de dinheiro. O país é comandado por uma mulher shogun, que tem ao seu dispor belos homens que vivem dentro do palácio (Ōoku), contratados para constituir uma organização somente para servi-la.

Para ajudar no orçamento da família, o jovem e pobre Mizuno Yunoshin (Ninomiya Kazunari) decide tornar-se um membro do Ōoku, abrindo mão de seu amor de infância, a graciosa Onobu (Horikita Maki), até porque seria impossibilitado de se casar com ela, devido à diferença de classe social entre os dois.

Logo Mizuno percebe que a vida no interior do palácio é cheia de mistérios, intrigas, disputas e abusos dos superiores. Aos poucos, e com a ajuda de Sugishita (Sadao Abe), seu assistente pessoal, vai aprendendo a lidar com o interesse pelo poder e a inveja de pessoas como Matsushima (Tamaki Hiroshi) e Tsuruoka (Okura Tadayoshi).

Após a morte da atual shogun, toma posse Tokugawa Yoshimune (Shibasaki Kou), mulher com personalidade forte que estabelece novas regras para os moradores do palácio. Mizuno desperta a atenção de Yoshimune pelo seu jeito discreto e diferente dos demais, e o escolhe para ser o seu primeiro amante, sem saber que, por uma antiga tradição, essa decisão significaria a morte do rapaz.

Com um enredo muito interessante e desfecho surpreendente, Ōoku é um filme que me agradou muito. Em relação aos atores e personagens, destaco a ótima caracterização  do contraste entre a forte Yoshimune / Shibasaki Kou e a doce Onobu / Horikita Maki. O elenco masculino agrada a mulheres de todos os gostos e idades, pois nesse filme temos Ninomiya Kazunari, Hiroshi Tamaki, Okura Tadayoshi, Nakamura Aoi, ou seja, um verdadeiro harém que qualquer uma gostaria de ter aos seus pés!

A música-tema é Dear Snow (linda!), do grupo Arashi. Para assistir a um vídeo do filme, clique aqui.

  • http://twomara.blogspot.com.br Tamara

    Como já te falei Miyuki, vi esse filme ontem e ainda esta fresquinho na memória para comentar…
    Ai esse “harém” sem comentários, você já disse tudo! Rsrs!! Mas a pergunta que não quer calar: Se estava faltando homem no mundo porque tinham mais de 800 (era isso mesmo?) para uma única mulher?
    Acho que pelo simples fato de demostrar poder né?!
    Mas não deixa de ser insensato…Mais ainda com o fato de que em Ooku tinham vários casais… Aí venho comentar sobre as relações homossexuais que o filme mostra… Primeiro: “Total” desperdício Tamaki Hiroshi (Matsushima) e Okura Tadayoshi (Tsuruoka), e todos os outros também! Rsrs! Na cena que o Nino (Mizuno) encontra os dois “abraçados” Eu achei que o Tsuruoka era uma mulher, mas não…Rsrsrs!
    O modo como o Mizuno reage às “investidas” de seus colegas e o costureiro apaixonado por ele são eventos muito divertidos, achei este último até fofo!
    Mas eles pareciam mulheres, e mulheres adolescentes, dizendo “Ai ele falou como você!Que bom!” novamente sendo fofos!
    Voltando…. O ponto alto foi mesmo o final, eu realmente não esperava que ele fosse como foi…. (aí me segurando para não falar mais! rsrs!)
    O que não gostei mesmo foi o corte de cabelo do Nino (Mizuno), mesmo que fosse coisa da época, nossa…. muito feio! hauhauahuah!! (Esse comentário não é nenhum pouco construtivo, mas precisava externá-lo, rsrs!)
    Como sempre sinopse muito boa, realmente bom indicar esse filme! ^.^

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Que bom que houve essa coincidência, assim você pôde fazer o comentário com detalhes… Pois é, desperdício mesmo… mas a shogun fez justiça (também me segurando para não contar..rs)!!
      As relações entre os rapazes eram mais uma forma de ascensão, mas o costureiro estava mesmo apaixonado; puxa, o Nino arrasando corações dos garotos também… rsrs
      Acho que nenhuma fã gostou do cabelo do Nino, mas… tudo em nome da arte! Adoro o Nino!!
      Muito obrigada pelo elogio, obrigada por comentar… você é sempre muito gentil!
      Beijo!

      • http://twomara.blogspot.com.br/ Tamara

        Miyuki, eu adoro o Nino mesmo! Ele nem é meu preferido no grupo, mas é meu preferido quando se trata de escolhe um filme para ver, ele sempre vem com uma interpretação muito boa em filmes intrigantes (acho que já usei esse adjetivo, para falar da série que ele fará este ano!). Já viu Ao no Honoo? Este é tensoo! Concordo com vc que a caracterização tirou um pouco a “cara de anjo” dele! Ele nao chegou a ficar feio (pq é impossível!) mas é muito estranhoo esse corte de cabelo! rsrsrs!
        Obrigada vcs por lerem meus comentários gigantes! E todos os elogios são merecidos!
        Bjs!
        PS: Tamaki é lindo demais, amei muito ele em Nodame Cantabile – onde ele está ainda mais lindo!

        • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

          Então Nodame Cantabile será o próximo dorama a assistir! Ainda mais agora que você está falando que o Tamaki está lindo… gomen, né Sho-chan..rs. Beijo!

  • Lui

    Como minha memoria não ajuda, andei misturando cenas desse filme com o de JIN, que se passa numa época antiga…rs. Para entender bem, preciso assisitr umas duas vezes…=P
    Assustei-me qdo vi NINO caracterizado p o papel…rs. Cada um se virando p sobreviver dentro do palacio, muitas vezes se rendendo às investidas dos seus superiores. Me surpreendeu tbem o final desse filme…..

    Beijo!

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Oi Lui! Todas assustaram com o visual do Nino! Acho que foi necessário fazer essa caracterização radical, por causa da carinha de anjo que ele tem…
      Pois é, qualquer que seja a época, muitas pessoas se submetem à qualquer coisa para poderem conquistar algo mais, se darem bem…

      Beijo pra você também, Lui! Obrigada por estar conosco sempre!!