Okuribito

okuribito-a-partida-filme-japones

Esse filme te indico… para ver que o sentido da vida pode estar onde menos se espera.

Chocante e lindo. Pesado e delicado. Engraçado e dramático. Assim descrevo em palavras o que o filme OKURIBITO (2008) é: um misto de emoções; uma estória que mesmo deixando seu coração entristecido e com lágrimas nos olhos, fará você bater palmas de pé e pedir bis. Tanta beleza e intensidade rendeu ao filme o Oscar de 2009 na categoria “Melhor Filme Estrangeiro” (ou seja, quase que obrigatório entrar na sua “lista dos assistidos”; faz parte da história do cinema japonês!).

Kobayashi Daigo (Motoki Masahiro), músico profissional, perdeu o emprego dos seus sonhos quando foi demitido da orquestra da qual fazia parte. Sem saber o que fazer, resolveu voltar à sua cidade natal, juntamente com sua esposa, Kobayashi Mika (Hirosue Ryoko). Lá, à procura de um trabalho, Daigo acaba sendo contratado como nokanshi, pessoa responsável em preparar o falecido corpo para cremação. O que, de início, foi para ele algo inimaginável e repugnante, ao acompanhar seu mestre Sasaki Shooei (Yamazaki Tsutomu), o ritual  foi se tornando um passo-a-passo extremamente maravilhoso. Daigo viu que cada dobra da roupa sendo vestida no corpo, cada sutileza no processo de limpeza, cada pincelada de maquiagem feita no rosto tinha um imenso significado para a família em vida. Um momento verdadeiro.

Foi então que Daigo encontrou sentido em sua vida:  na pureza de ser um nokanshi, superando preconceitos e perdas.

A estória é magnífica e é um filme em que se pode ver um pouco da cultura japonesa. Assista ao trailer de Okuribito aqui. No site oficial é possível ver fotos do cenário. Veja mais algumas fotos do filme no site da Revista Veja.

A atriz Hirosue Ryoko é uma atriz muito famosa no Nihon! E sua primeira aparição no cinema mundial foi no filme “Wasabi” (2001), ainda moça. Em Okuribito, já adulta, Hirosue encantou a todos com sua ótima atuação. O ator Motoki Masahiro nos deixa ainda mais entretidas com sua seriedade e, claro, sua beleza!

A trilha sonora do filme é sensacional! É de arrepiar!! O responsável pela trilha é o compositor mega famoso Joe Hisaichi. Além de nos contemplar com o lindo trabalho que fez em Okuribito, Hisaichi tem em seu currículo a participação sonora em várias animações de Hayao Miyazaki, como Laputa, Meu Vizinho Totoro, O Castelo Animado, Ponyo, Mononoke Hime. Compôs também a canção “Uta no Tikara” que foi música-tema de dois Kouhaku Utagassen. Se o objetivo da trilha sonora é dar alma ao filme, missão cumprida de Joe Hisaichi (e muito bem cumprida!).

Há certos momentos de nossas vidas em que procuramos a nós mesmos. Procuramos pelo óbvio ou por um caminho já feito. Queremos algo lindo, que possa ser apreciado pelos outros. Mas o que vale é fazer aquilo que faça você sentir-se importante, pois com isso os outros aprenderão a valorizar o que realmente você é e o caminho que escolheu. É o que o filme me passou. Concorda? Assista e reflita.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001403603684 Tamara Moreira

    Sayuri, me emocionei com a descrição deste filme, parece que vale muito a pena assistir! Estou curiosa para ouvir a trilha sonora, adoro os filmes do Miyazaki, as trilhas são ótimas, agora fiquei com vontade também para ver o uso das músicas neste um filme!

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Obrigada, Tamara!! Vale muito a pena assistir mesmo!! Assistindo, ouvindo a música e vendo as paisagens do filme…muito bom! Depois que assistir, diga o que achou… 😉

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=665742016 Daniele Yokota

    Concordo com o q vc escreveu Sayuri! Eu e a minha família assistimos…esse filme nos fez rir, chorar e refletir bastante! Ele retrata conflitos, problemas que de alguma forma acontecem muito nas famílias, mas de uma forma bem sutil! E a música…realmente completa o filme! Vc saberia dizer o nome das músicas???Adoreeei esse fime!!!! E parabéns pelo blog!!!!!!
    Beijos!!!!

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Oie, Dani! O filme é muito bom mesmo!!! E aqui (http://joehisaishi.com/discography.php?itemnumber=120&cat=soundtrack), no site oficial do compositor, tem o soundtrack completinho! A música-tema chama-se “Okuribito” mesmo… Arigatou por comentar e esperamos você mais vezes por aqui :)…bjoss