Innocent Love

innocent-love-j-dorama

Esse dorama te indico… para sentir o que é o amor incondicional!

O amor é um sentimento forte que às vezes nos leva a atitudes extremas, aos olhos dos outros parecem absurdas e inexplicáveis, mas quem está envolvido não mede esforços para proteger ou agradar a quem ama.

Em INNOCENT LOVE (2008, FUJI TV – 10 episódios)  presenciamos várias manifestações de amor, estórias que nos enchem de tristeza e emoção, situações que nos fazem questionar: até que ponto faríamos o mesmo, por amor?

A jovem Akiyama Kanon (Horikita Maki) teve sua vida marcada por uma tragédia em família: quando criança, perdeu seus pais num incêndio em sua casa, e o seu irmão Akiyama Yoji (Fukushi Seiji) foi considerado o culpado pelo ocorrido. Por causa disso, ela sofre preconceito de pessoas que não querem conviver com a irmã de um criminoso tão cruel. Mas Kanon nunca duvidou da inocência de seu irmão, frequentemente vai visitá-lo na prisão, tentando levar conforto a ele.

Após ser novamente despedida do emprego por terem descoberto seu passado, ela decide mudar de cidade e de nome. Consegue um emprego de diarista e vai trabalhar na casa de Nagasaki Junya (Kitagawa Yujin), um rapaz doce que trabalha como professor numa Igreja, dando aulas de canto a crianças da comunidade.

Em casa, Junya dedica-se inteiramente à sua noiva Toono Kiyoka (Uchida Yuki), que há 3 anos vive em estado vegetativo após sofrer um acidente, e cuida dela com a certeza de que um dia ela se recuperará. Segawa Subaru (Narimiya Hiroki) é um amigo comum dos dois, desde os tempos da faculdade; no decorrer da trama nota-se que há um mistério envolvendo os três amigos…

 Kanon, por sua vez, vive num mundo de segredos e mistérios sobre seu passado; após a tragédia, ela bloqueou sua memória e não consegue se lembrar do que aconteceu exatamente naquele dia. Até que o jornalista Ikeda Jiro (Toyohara Kosuke) se interessa pelo caso e começa a investigar os fatos, procurando Kanon e a interrogando de forma obsessiva, para desespero de seu irmão Yoji.

O que realmente teria acontecido? Por que Yoji tenta, de todas as formas, esconder os fatos de sua irmã? Tantos mistérios envolvendo os personagens me deixou ansiosa a ponto de assistir um episódio atrás do outro, a curiosidade em saber o que poderia levar uma pessoa a cometer ou assumir um crime para proteger a irmã… amor fraterno, incondicional…

Quanto ao trio Junya / Kiyoka / Subaru, era claro que havia muito mais do que uma amizade entre eles, mas o que? Um amor capaz de fazer a pessoa abrir mão da própria felicidade para que o amado possa ser feliz…

Aos poucos, Kanon percebe que está apaixonada por Junya, mas tem como rival, além de Kiyoka, a amiga de infância do rapaz, Sakurai Mizuki (Kashii Yu) que nutre um amor doentio por ele. E ainda havia muito para acontecer com a pobre garota…

Essa é uma estória com muitas emoções, reviravoltas, revelações surpreendentes… eu indico para aqueles que gostam de doramas intensos, tipo dramalhão mesmo! Os fatos se desenrolam de forma convincente, embora em alguns pontos, na minha opinião, achei que as situações foram um pouco “forçadas”, principalmente no final… deixo para vocês opinarem a respeito.

A música-tema é Eternally, de Utada Hikaru, linda, linda…

Assista a um trailer do dorama aqui. Para baixar e assistir completo, clique aqui.

  • Déby

    Innocent love, é um dos meus doramas favoritos *–*, depois dessa postagem, acho q vou assistir de novo *u*

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Oi Déby! Também sou assim, quando leio algo sobre algum dorama ou filme fico com vontade de assistir novamente, para rever as cenas mais marcantes! E Innocent Love tem muitas cenas com emoção… vale a pena ver de novo!!
      Beijo, obrigada pelo comentário!

  • http://twomara.blogspot.com.br/ Tamara

    Eu comecei a assistir esse dorama, acho que assisti se não um, apenas dois episódios, pelo fato, de como você mesma falou, me parecer “muito intenso, tipo dramalhão”, e eu andava e ando querendo fugir desse tipo, tô mais para ver as comédias… Por isso que é sempre bom ter resenhas como a de vocês porque aí gente já sabe o que esperar do dorama, e se a pessoa esta mesmo querendo um bom romance já sabe qual deve assistir….
    Quem sabe em um outro momento eu não venha a assistir esse dorama, que mesmo assim parece ser muito interessante principalmente pelos mistérios que envolvem os personagens…
    bjs Miyuki!

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Tamara, é exatamente como você descreveu: apesar de ter um enredo tipo dramalhão, os mistérios dos personagens são bem intrigantes, quando você se envolver vai querer assistir até o final! Outro bom motivo pra assistir, na minha opinião, são os atores: adoro a Horikita Maki, e o Kitagawa Yujin é daqueles que sorri com os olhos apertadinhos… kawaii!!!
      Beijão!!

  • Lui

    Oi! Eu tbém achei esse dorama um tanto dramalhão…..^^
    Adorei a música da Utada Hikaru, aliás, já era fã dela antes de fazer parte do mundo “doramático”…o/

    Tamara, aconteceu isso comigo tbém, com dorama “Freeter, ie wo kau”, que no inicio havia muito conflito entre pai e filho (Nino), que acabei desisitndo de assistir. Naquele momento, tudo o que não queria era esse tipo de dorama. Mas depois quero assistir.

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Oie Lui!!

      Não deixe de assistir “Freeter, ie wo kau” , garanto que você vai adorar! Apesar do começo meio conturbado, com o Nino meio ‘rebeldinho’, a estória é muito, muito linda!!

      Beijão, Lui! Até breve!

  • http://twitter.com/cm_japan2 CM’s Japan (@cm_japan2)

    Um dos melhores doramas que acompanhei. Música-tema com Utada excepcional!

    • http://essedoramateindico.wordpress.com essedoramateindico

      Olá! Utada Hikaru é ótima, sua música valoriza ainda mais o dorama!
      Fico muito feliz pelo seu comentário, sou muito, muito fã do seu blog!

      • http://twitter.com/cm_japan2 CM’s Japan (@cm_japan2)

        Legal! Esse blog tbém é bem bacana, sempre dou uma passada por aqui, gosto da maneira como escreve os textos.
        Abç!